RuivaNegra
Carregando...
Quase Pronto

Página do Blog

  • 12 Mar
    Exposição de selfies “As Diversas Formas de Ser Mulher” discute e celebra o papel da figura feminina na sociedade.

    Exposição de selfies “As Diversas Formas de Ser Mulher” discute e celebra o papel da figura feminina na sociedade.

    Um varal com selfies de figuras anônimas  estampou a edição em homenagem ao Dia Internacional da Mulher da Aceita – festa promovida pela produtora LGBT de mesmo nome no interior de São Paulo.
     
    “O coletivo feminista de Atibaia acredita que todas as mulheres têm a mesma importância dentro da luta contra o machismo e luta por igualdade de direitos. A dor de cada uma é única, mas com o mesmo grau de importância. A mulher negra, a mulher gorda, a mulher pobre, a mulher deficiente, a mulher analfabeta, a mulher indígena, a mulher em situação de rua, todas devem ter voz, cada uma com sua dor e com sua luta. Por que então a mulher trans não consegue apoio e empatia em nenhuma classe feminina? O feminismo acaba se tornando um movimento elitista e excludente e nós não concordamos com isso. . Ser feminista é nunca julgar, mas entender a vida da mulher por ela mesma, feminismo é essa luta das mulheres pela vida, pelos direitos, pela libertação, pela autonomia, buscando sempre entender a luta de todas as mulheres.” Afirma  Daniela Lucas, Psicóloga e fundadora do R(Existo), curadora da exposição que trouxe um varal com selfies de onze figuras femininas anônimas passando batom vermelho em manifesto pelo gênero feminino.